Precisa de ajuda?

Seguro de equipamentos eletrônicos: como funciona?

Seguros 20/03/2023

Cada vez mais funcionais no cotidiano da sociedade, os equipamentos eletrônicos têm muito valor agregado. E não estamos falando apenas do preço do produto, mas também das possibilidades de contatos e interações que eles proporcionam, bem como das informações e dados que carregam. São itens que ocupam um papel primordial na vida das pessoas, seja na questão profissional, educacional ou pessoal.

O uso mais intenso de tablets, notebooks, smartphones e câmeras é uma questão comportamental que vem crescendo nas mais diferentes esferas da sociedade, no cotidiano de crianças, adultos e idosos. Uma tendência que foi influenciada pelas restrições necessárias durante o cenário pandêmico que enfrentamos nos últimos anos e que aumentou, por exemplo, a modalidade de trabalho home office

Sendo assim, diante da importância de tais aparelhos eletrônicos, é preciso protegê-los. É por isso que existem os seguros específicos para esses equipamentos. Mas você sabe como eles funcionam e conhece as etapas para acioná-los quando necessário?   

Como contratar o seguro de eletrônicos

Diversas companhias seguradoras e  startups oferecem esse tipo de serviço, que se caracteriza pela indenização integral ou parcial, em determinadas situações com os equipamentos. Eventos como acidente, roubo, furto qualificado, dano elétrico e até mesmo danos na tentativa de roubo. 

Para contratar, escolha uma seguradora de confiança, conheça os planos ofertados e opte por aquele que mais se encaixa no seu perfil. Leia atentamente o contrato, ou consulte um corretor para explicar todas as coberturas. Para a  emissão de uma apólice é necessário ter a nota fiscal do aparelho.

Tipos de coberturas

Há diferentes coberturas disponíveis, o que necessita muita atenção do contratante. Para saber em quais condições é possível utilizar o seguro, vale ressaltar que a cobertura básica é aquela que protege contra danos acidentais, incêndio, queda de raio, dano na tentativa de roubo e impacto de veículo. Existem coberturas adicionais que protegem o equipamento em caso de dano elétrico, subtração, danos por água ou líquido. Ainda garante danos a lentes e acessórios, inclusive em viagem internacional.

Já a adicional, pode incluir danos elétricos e problemas devido ao contato com líquidos. Há também as coberturas internacionais e para equipamentos alugados, além da possibilidade de seguros personalizados, que se encaixam de acordo com as necessidades do cliente.

Como acionar

Assim como acontece com a contratação do seguro, o seu acionamento pode variar de uma empresa para outra. No entanto, de maneira geral, é preciso realizar a notificação do acontecimento com o aparelho, bem como a apresentação das documentações necessárias, tais como boletim de ocorrência, fotos, filmagens ou qualquer outra prova do dano ao aparelho.

Fica evidente, portanto, que casos de esquecimento ou perdas não estão determinadas em nenhuma cláusula de contratos. Vale ressaltar também que é preciso apresentar a nota fiscal para dar andamento no pedido de indenização. Se o equipamento foi comprado no exterior, é preciso apresentar a nota fiscal do país de origem. Mas cada seguradora tem os seus critérios para regular um sinistro.

Por mais segurança e tranquilidade  

Em vista dos riscos e ameaças que estamos sujeitos em nosso dia a dia, a contratação de seguros de equipamentos eletrônicos é de fundamental importância para estarmos preparados para qualquer infortúnio. Além disso, diante dos preços elevados desses produtos, o seguro também oferece mais segurança na questão financeira.   


Acompanhe nas redes sociais

Central de atendimento