Precisa de ajuda?

Quais categorias de empréstimo existem?

Finanças 15/09/2022
Por Licitaseg Corretora de Seguros:

A nossa vida financeira nem sempre é fácil, concordam? Às vezes aparece alguma situação inesperada ou planejamento de vida que nos faz procurar algum caminho para solucionar tais questões. Os empréstimos, por exemplo, são uma alternativa que pode nos ajudar a sair do sufoco ou alcançar alguma realização.

E como sempre que lidamos com valores é preciso muito cuidado e atenção, no momento de realizar a contratação de um empréstimo não pode ser diferente. Conhecer as especificidades dos diferentes tipos de empréstimos existentes é o primeiro passo para que todo esse processo burocrático aconteça com clareza e segurança. Por esta razão, listamos algumas das modalidades disponíveis no mercado financeiro. Confira:

Empréstimo pessoal

Trata-se de um tipo de empréstimo relativamente simples, realizado de forma direta com a instituição financeira contratada. O processo, que está sujeito à análise para aprovação, resume-se à simulação de valores, prazos para pagamento e taxas de juros, que podem variar de banco para banco. O Custo Efetivo Total (CET) é uma informação de grande importância, que deve ser levada em consideração na escolha das condições na quais o empréstimo vai ser realizado.

Empréstimo consignado

Normalmente, com juros mais baixos que o empréstimo pessoal, o consignado se caracteriza pela parceria da instituição financeira, que irá realizar o empréstimo, com uma outra empregadora, que vai descontar o valor das parcelas na folha de pagamento do seu funcionário que contratou o serviço. No entanto, para que a contratação do empréstimo seja efetivada, há algumas especificidades, como o limite de 30% do salário de valor de parcela, registro na CLT, funcionários públicos ou beneficiários do INSS, entre outras.

Empréstimo com garantia

Esta modalidade é bastante similar às outras já citadas, com o diferencial de que a instituição financeira responsável faz o uso de algum bem do contratante como garantia do pagamento do valor integral emprestado. Isso quer dizer que caso o pagamento não seja realizado, o bem pode ser tomado pelo banco. Devido às tais características, os juros normalmente são mais baixos.

Cheque Especial

Este é um tipo de empréstimo que, comumente, conta com os juros mais altos do mercado. Na prática, pode-se dizer que o cheque especial é aquele limite pré-aprovado que fica disponível na conta quando não há saldo positivo. Ao ser utilizado, o saldo fica sinalizado como “negativo”, acarretando e aumentando os juros conforme o período em que o saldo permanece no vermelho.

Financiamento

Um financiamento nada mais é do que um tipo de empréstimo também, visto que se adquire um bem de um determinado valor, pagando-se as parcelas à instituição financeira que realizou a transação, com condições, prazos e taxas de juros estabelecidas.

Como escolher o empréstimo ideal?

Fica evidente, portanto, a grande diversidade quando o assunto é empréstimo. Além dos citados acima, há outras inúmeras opções no mercado financeiro. Sendo assim, é preciso uma atenção especial às características de cada alternativa para emprestar determinado valor, bem como qual delas mais se encaixa às suas necessidades. Uma consultoria especializada pode contribuir de forma muito efetiva para que todo o processo aconteça de forma assertiva. 


Acompanhe nas redes sociais

Central de atendimento